Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga
Jefferson Rudy/ Agência Senado
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

O ministro Marcelo Queiroga informou que o site da pasta da Saúde sofreu um segundo ataque hacker entre a noite de ontem e desta segunda-feira (13). O acontecimento deixou o sistema fora do ar.

"São duas coisas diferentes. Aquele  primeiro ataque não foi um ataque ao Ministério da Saúde, aquilo foi a nível da Embratel, né? E felizmente, os dados não foram comprometidos. Em relação a esse [segundo ataque], foi algo de menor monta e estamos trabalhando para recuperar isso o mais rápido possível", disse Queiroga.

Segundo o ministro, o sistema tinha a normalização prevista para amanhã, mas, após o segundo ataque, a data deve ser adiada. De acordo com ele, a tentativa de invasão não foi bem sucedida, apenas "tumultuou e atrapalhou".

"Nós estamos trabalhando fortemente para reestabelecer todas as funcionalidades do ConecteSUS para que os brasileiros possam acessar livremente todas as informações", afirmou.

Leia Também

Primeiro ataque

O site do Ministério da Saúde e a plataforma ConecteSUS foram alvos de um ataque hacker na madrugada da última sexta-feira (10).  Os invasores — denominados de 'LAPSUS$ GROUP' deixaram uma mensagem para quem tentava acessar os endereços que dizia: "Nos contate caso queiram o retorno dos dados".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários