Imagem de microscópio da variante Ômicron
Reprodução/ Universidade de Hong Kong
Imagem de microscópio da variante Ômicron

Um homem na faixa dos 50 a 60 anos, não vacinado contra a covid-19, é a primeira vítima da variante ômicron nos Estados Unidos. Segundo a CNN Internacional, ele era morador do Texas.

Em comunicado, a Secretaria de Saúde Pública do Condado de Harris informou que a morte foi registrada na tarde de ontem (20). O homem já tinha se infectado anteriormente com a covid-19.

"O indivíduo estava em maior risco de complicações graves com a covid-19 devido ao seu estado de não vacinado e a problemas de saúde subjacentes", disse o informe.

A diretora da Saúde Pública no Texas, Barbie Robinson, lamentou o caso, e reforçou a importância da vacinação. "Este é um lembrete da gravidade da covid-19 e suas variantes. Pedimos a todos os residentes qualificados a serem vacinados e a receberem sua injeção de reforço, caso não tenham ido às unidades de saúde, que se encaminhem o quanto antes".

Leia Também

"Recomendamos que todos os indivíduos com cinco anos ou mais sejam vacinados o mais rápido possível. Para estar protegido, os indivíduos devem ser totalmente vacinados e receberem uma injeção de reforço quando forem elegíveis. Ser vacinado oferece a melhor proteção contra o desenvolvimento de complicações ou mortes decorrentes da covid-19", finalizou o comunicado.

O primeiro caso da ômicron foi detectado nos Estados Unidos no fim de novembro, e a variante já é responsável por cerca de 75% das infecções no país, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Dos 50 estados norte-americanos, apenas Oklahoma e Dakota do Norte não reportaram casos. Em Nova York e Nova Jersey, mais de 90% dos casos de vocid-19 são da nova cepa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários