Imagem ilustrativa de militares do Exército em vacinação contra a febre amarela, em 2018
Reprodução/ 1rm.eb.mil.br
Imagem ilustrativa de militares do Exército em vacinação contra a febre amarela, em 2018


Os índices de vacinação, no geral, mostram que a população brasileira aderiu a campanha contra a Covid-19 . Mas ainda há grupos negacionistas no país. Nas Forças Armadas, por exemplo, isso representa pelo menos 36,5 mil oficiais.


No Exército, 32,2 mil membros recusaram a imunização. Já na Aeronáutica, essa foi a postura de 4,3 mil soldados. É o que apontam dados apurados pelo portal Metrópoles por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI). 


A Marinha alegou que não possui essas informações, solicitadas pelo veículo em novembro.

Leia Também


Ao todo, o Exército tem 121,2 mil membros completamente vacinados, enquanto a Aeronáutica possui 36,5 mil integrantes na mesma situação. Isso representa 56,5% e 54,9% do total de militares nas duas Forças.


Dados gerais

O Brasil tem hoje, segundo dados conferidos na plataforma Our World in Data, 67,3% da população completamente imunizada contra a Covid-19 e 10,63% com ao menos uma dose de vacina. Com esses números, o país aparece na 11ª quinta posição do ranking mundial de população vacinada. Além disso, o Brasil é o segundo país da América do Sul na lista, atrás apenas do Chile.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários