Ministério da Saúde
Marcelo Casal Jr/ Agência Brasil
Ministério da Saúde


O Ministério da Saúde reduziu o período mínimo de isolamento para pessoas assintomáticas ou com quadros leves e moderados de Covid-19. No caso dos sintomáticos, a restrição caiu de 10 para 7 dias. Já os indivíduos infectados que não possuem sintomas devem ficar isolados por pelo menos 5 dias .


O anúncio foi feito no início da noite desta segunda-feira (10) pela pasta. "A nossa proposta é a seguinte: para pessoas que são imunocompetentes e estão com Covid positivo em quadros leves ou moderados, o isolamento é de no mínimo sete dias. Entretanto, se ao quinto dia completo, o paciente estiver sem sintomas respiratórios, sem febre e sem uso de medicamento antitérmico há pelo menos 24 horas, se ele optar, pode testar no quinto dia", explicou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros.


Nesse caso, se o resultado do exame - RT-PCR ou de antígeno - for positivo, o cidadão terá que permanecer em isolamento por mais cinco dias. Se o resultado for negativo, ele estará liberado da restrição.

Leia Também


Já aqueles que preferirem esperar os sete dias não serão obrigados a repetir o teste de Covid antes de retomar suas atividades.


Quanto aos assintomáticos, caso queiram deixar o isolamento após o quinto dia, será necessário fazer um teste de RT-PCR ou antígeno. Se o resultado ainda for positivo, o isolamento deve continuar até o 10º dia. Se for negativo, o cidadão estará liberado.


Antes de anunciar a nova regra, o secretário citou os procedimentos adotados em outros países, como os Estados Unidos. Ele justificou que a decisão foi tomada com base em estudos de boas práticas vigentes em outras nações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários