'Vamos liderar ranking de vacinação infantil', diz ministro Queiroga
Jefferson Rudy/ Agência Senado
'Vamos liderar ranking de vacinação infantil', diz ministro Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou, nesta terça-feira (11), que o Brasil vai liderar o ranking de vacinação infantil contra a Covid-19 no mundo assim que os imunizantes chegarem ao país.

"Com a capacidade do nosso sistema de saúde, vamos liderar o ranking de vacinação [infantil] como estamos liderando o ranking de maneira geral", disse o ministro.

O Ministério da Saúde espera receber o primeiro lote das vacinas para crianças nesta quinta-feira (13) e iniciar a aplicação já no dia seguinte. A estimativa é que 4,3 milhões de doses voltadas para esse público cheguem ao país até o final do mês.

Durante a declaração, Queiroga citou a vacinação infantil em outros países, como Israel e Canadá, e disse que a imunização de crianças nesses locais ainda é muito pequena.

Leia Também

No final de dezembro, o ministro desencorajou a vacinação infantil, dizendo que o patamar de mortes na faixa etária dos 5 aos 11 anos não implicava em decisões emergenciais.

Polêmica com a CoronaVac 

O ministro ainda disse que a Coronavac, vacina produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, pode ser considerada para a imunização infantil, caso seja aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

"Todas as vacinas aprovadas pela Anvisa podem ser consideradas para o plano de operacionalização da vacinação contra a Covid-19. Se a Anvisa aprovar, o ministério vai ver as condições de aprovação e liberar o imunizante para a população brasileira", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários