Imagem de um navio da MSC em alto mar
MSC
Imagem de um navio da MSC em alto mar

Após recomendar a suspensão temporária da temporada de cruzeiros no Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concluiu que o ideal deveria ser a suspensão definitiva dos passeios de navio. A sugestão foi divulgada na noite desta quarta-feira (12) e comunicada ao Ministério da Saúde e à Casa Civil horas antes.

A Anvisa explica que a medida tem como base o cenário epidemiológico de Covid-19 nas embarcações que operam na temporada 2021-2022. Exatos 1.177 casos de coronavírus entre tripulantes e passageiros foram confirmados até o dia 6.

"Os dados obtidos pela avaliação dos cenários epidemiológicos das embarcações, considerando-se os critérios objetivos definidos pela Portaria GM/MS 2.928/2021 do Ministério da Saúde, demonstram que, das cinco embarcações em operação no Brasil, três estão classificadas no nível 4, sinalizando cenário de alerta quanto à disseminação do vírus Sars-CoV-2 e eventual mudança de contexto epidemiológico", diz a nota da Anvisa.

Atualmente, a temporada está suspensa por ação voluntária das empresas que operam cruzeiros. Na ocasião, o Ministério da Saúde se comprometeu a analisar a recomendação da Anvisa. Com a nova medida da agência, o iG procurou a pasta em busca de um posicionamento atualizado e aguarda a resposta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários