Mais de 400 pessoas aguardavam pelo teste de covid-19 quando casal furou fila no DF
Mufid Majnun / Unsplash
Mais de 400 pessoas aguardavam pelo teste de covid-19 quando casal furou fila no DF

O desrespeito a fila para realização de testes de covid-19 causou confusão em um posto de saúde na Asa Sul, em Brasília, na manhã desta sexta-feira (21). O tumulto começou por volta das 8h, quando um casal de diplomatas chegou em um carro importado para realização do exame de covid-19.

A despeito das cerca de 400 pessoas que aguardavam pelo mesmo procedimento, eles foram levados para dentro da unidade por uma enfermeira e furaram a fila.

As informações são do Metrópoles e foram confirmadas pelo iG. Uma das pessoas que estava no local afirmou que a fila começou a se formar por volta das 6h - as senhas e o atendimento começam Às 8h. A mulher relatou à reportagem que a enfermeira justificou que o casal, que possuía "passaporte vermelho nas mãos", havia "agendado horário e tinham prioridade no atendimento" - procedimento que não é adotado na unidade. 

A situação causou confusão e um policial precisou intervir. A mulher, que não se identificou, disse ainda que a chefe do posto informou no local que a enfermeira que facilitou o acesso aos testes sem fila teria sido afastada.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal afirmou que "a Direção de Atenção Primária da Região Central (DIRAPS) lamenta o ocorrido e esclarece que tomará as devidas providências para que situações com essa não voltem a ocorrer."

O iG procurou a Embaixada da Polônia, responsável pelo veículo oficial, e o Sesc-DF, e aguarda resposta. A reportagem será atualizada assim que possível.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários