Uso de máscara deixa de ser obrigatório na França
Reprodução/ CNM
Uso de máscara deixa de ser obrigatório na França

A partir desta segunda-feira (14), não é mais obrigatório usar  máscara de proteção contra a Covid-19 ou apresentar o  passaporte sanitário na França.

"A partir de hoje, não é mais obrigatório usar máscara, nem mostrar seu passe. Todos estávamos esperando por isso!", escreveu o ministro da Saúde francês, Olivier Véran, pedindo "vigilância" em relação às pessoas vulneráveis.

A máscara só será mantida em transportes públicos e centros de saúde, além da apresentação do passe também nesses locais.

No início do mês, o governo anunciou o fim dessas medidas de segurança com a justificativa de uma melhora na situação de saúde, no entanto, o número de casos da doença voltou a crescer. Segundo os dados desse domingo (13), foi registrada uma média de mais de 65.250 casos nos últimos sete dias, em comparação com 50.646 da semana anterior.

Leia Também

Em um cenário mais pessimista, o Instituto Pasteur informou que os contágios podem passar de 100 mil casos por dia em março. Embora o número seja alto, ainda é inferior ao contabilizado em janeiro.

No país, 80% da população foi completamente vacinada, mas os especialistas continuam  pedindo cautela. "É cedo para virar a página da Covid, mesmo que tenhamos vontade", afirmou o diretor-geral dos hospitais de Paris, Dr. Rémi Salomon.

No último sábado (12), o governo francês liberou a quarta dose da vacina para as pessoas acima de 80 anos, recomendando que as pessoas com saúde delicada continuem usando máscara.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários