Surtos de gripe aviária forçaram o abate de milhares de aves
AFP
Surtos de gripe aviária forçaram o abate de milhares de aves

Nesta quinta-feira (28), os os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) confirmaram o primeiro caso humano conhecido de gripe aviária H5 nos Estados Unidos, em uma pessoa no Colorado.

A pessoa testou positivo para o vírus da gripe aviária A (H5) e estava envolvida no abate de aves que se presume terem tido a gripe aviária H5N1, disse o CDC em comunicado.

"Este caso não altera a avaliação de risco humano para o público em geral, que o CDC considera baixa", acrescentou a agência em comunicado.

O paciente relatou fadiga por alguns dias como o único sintoma e desde então se recuperou, disse o CDC, acrescentando que a pessoa estava sendo isolada e tratada com o medicamento antiviral oseltamivir.

Leia Também

Os vírus H5N1 foram encontrados em aves comerciais e de quintal dos EUA em 29 estados e em aves selvagens em 34 estados desde que o CDC começou a monitorar doenças entre pessoas expostas aos vírus no final de 2021.

"O CDC rastreou a saúde de mais de 2.500 pessoas com exposição a aves infectadas pelo vírus H5N1 e este é o único caso encontrado até o momento. Outras pessoas envolvidas na operação de abate no Colorado testaram negativo para infecção pelo vírus H5, mas eles estão sendo testados novamente com muita cautela" , disse o CDC.

Globalmente, este é o segundo caso humano associado a esse grupo específico de vírus H5, que atualmente são predominantes, disse o CDC. O primeiro foi relatado no Reino Unido em dezembro de 2021.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários