OMS diz que não há evidência de mutação do vírus da varíola dos macacos
Reprodução/Pixabay
OMS diz que não há evidência de mutação do vírus da varíola dos macacos

A Organização Mundial da Saúde não tem evidências de que o vírus da varíola de macacos tenha sofrido mutação, disse um executivo sênior da agência da ONU nesta segunda-feira, observando que a doença infecciosa endêmica na África Ocidental e Central tende a não mudar.

Rosamund Lewis, chefe do secretariado de varíola que faz parte do Programa de Emergências da OMS, disse em um briefing que as mutações são normalmente mais baixas com esse vírus, embora o sequenciamento do genoma dos casos ajude a entender o atual surto.

Até o momento, 16 países onde a varíola de macacos não é endêmica relataram casos confirmados da doença viral, com aproximadamente 100 infecções, principalmente na Europa. No entanto, a agência de saúde da União Europeia afirmou que o risco da varíola de macacos se espalhar amplamente na população geral é "muito baixo".

Na Argentina, há um caso suspeito em Buenos Aires, que está sendo investigado, num paciente viajou recentemente para a Espanha.

Confira quais países já confirmaram pelo menos um caso da varíola de macacos:

  1. Estados Unidos: confirmaram dois casos, o primeiro em 18 de maio. Um terceiro caso é suspeito em 23 de maio.
  2. Canadá: confirmou duas infecções em 19 de maio. As autoridades de Quebec disseram que estavam investigando 17 casos suspeitos.
  3. Suécia: confirmou seu primeiro caso em 19 de maio.
  4. Austrália: em 20 de maio relatou seu primeiro caso em um viajante que retornou recentemente da Grã-Bretanha. Outro caso suspeito também foi identificado.
  5. Alemanha: confirmou três casos, sendo o primeiro registrado em 20 de maio, num paciente brasileiro.
  6. Bélgica: detectou dois casos em 20 de maio.
  7. França: confirmou um primeiro caso na região de Paris em 20 de maio, segundo meios de comunicação franceses.
  8. Holanda: relatou seu primeiro caso em 20 de maio. Desde então, confirmou "vários" mais pacientes, sem informar o número exato.
  9. Itália: confirmou dois casos em Roma em 20 de maio, elevando o total do país para três.
  10. Reino Unido: detectou 11 novos casos na Inglaterra em 20 de maio, elevando para 20 o total de casos confirmados no país. Já a Escócia confirmou seu primeiro caso da infecção viral em 23 de maio.
  11. Israel: confirmou seu primeiro caso em 21 de maio.
  12. Suíça: relatou seu primeiro caso confirmado em 21 de maio.
  13. Áustria: confirmou seu primeiro caso em 22 de maio.
  14. Dinamarca: confirmou seu primeiro caso em 23 de maio.
  15. Espanha: confirmou mais quatro casos na região de Madri em 23 de maio, elevando o total para 34, com outros 38 casos suspeitos em Madri.
  16. Portugal: registrou 14 novos casos confirmados em 23 de maio, elevando o total para 37.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários