Estudo descobre células que ajudam coração a se regenerar após infarto
shutterstock
Estudo descobre células que ajudam coração a se regenerar após infarto

Pesquisadores da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, conseguiram identificar quais células ajudam o coração humano a se regenerar após um ataque cardíaco. O estudo foi explicado em uma pesquisa, publicada neste mês de maio na revista científica Journal of Clinical Investigation.

A descoberta pode contribuir para futuros avanços na ciência e saúde e para o desenvolvimento de melhores tratamentos para problemas cardiovasculares.

De acordo com o estudo, o principal agente na regeneração seriam os macrófagos, células conhecidas por destruir bactérias e iniciar respostas inflamatórias favoráveis para o corpo humano.

Segundo os especialistas, após um ataque cardíaco, essas células se dirigem até o coração para “comer” o tecido danificado ou morto, em um processo conhecido como eferocitose, necessário para que o coração se recupere completamente.

“Descobrimos que os macrófagos também induzem o fator de crescimento endotelial vascular C (VEGFC), que desencadeia a formação de novos vasos linfáticos e promove a cura”,  afirmou o patologista e autor do estudo, Edward Thorp.

Após a descoberta, os pesquisadores se deparam com um novo desafio: encontrar uma maneira de 'provocar' os macrófagos a induzir mais VEGFC e acelerar o processo de reparo do coração, ou formas de administrar o fator de crescimento diretamente ao tecido danificado.

Os resultados do estudo são importantes para a comunidade médica, uma vez que a insuficiência cardíaca após infarto do miocárdio é uma grande causa de morbidade e mortalidade. Sendo assim, entender o seu processo pode evitar mortes e melhorar a qualidade de vida do paciente que se recupera do ataque cardíaco.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários