Reporter Brasil

Varíola dos macacos é declarada emergência de saúde pública pela OMS
Vitoria Rondon
Varíola dos macacos é declarada emergência de saúde pública pela OMS

Com os casos de monkeypox, conhecida como varíola dos macacos , triplicando no país, o governo afirma estar em contato com a Organização Mundial da Saúde (OMS) para comprar e aplicar a vacina contra a doença. A vacina contra a doença voltou a ser produzida pela Dinamarca e foi aprovada pela Agência Europeia de Medicamentos.

Desde 8 de junho, quando o primeiro caso de monkeypox — a varíola dos macacos — foi detectado no Brasil, outras 606 pessoas, além do caso inicial (ou índice, no jargão), testaram positivo para a infecção. É como se, a cada dia, houvesse 14 novos diagnósticos.

Em nota, o Ministério da Saúde informou que acompanha as negociações com o fabricante para ampliar o acesso à vacina nos países com casos confirmados, como no Brasil. Já são 607 casos da varíola dos macacos no Brasil, sendo 425 pacientes em São Paulo. Um comitê foi criado no estado para acompanhar os casos e avalia até mesmo a fabricação da vacina pelo Instituto Butantan, como foi feito na década de 1970.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a varíola dos macacos como emergência de saúde pública internacional, o nível máximo de alerta do órgão. O anúncio foi feito pelo diretor-geral, Tedros Adhanom Ghebreyesus, na manhã deste sábado, em uma entrevista coletiva (23).

Até o momento, quase 17 mil casos foram diagnosticados em 74 países do mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários