vacina
shutterstock
A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou na última sexta-feira (22) que 10 vacinas experimentais estavam sendo testadas em seres humanos

A empresa norte-americana de biotecnologia Novavax iniciou a primeira fase de testes de um novo composto em voluntários humanos para encontrar uma possível vacina contra o Covid-19.

A chamada NVX-CoV2373 é produzida pela Novavax e testes em animais sugeriram que a vacina é eficaz em doses baixas. A companhia poderia fabricar pelo menos 100 milhões de doses este ano e 1,5 bilhão em 2021, de acordo com o chefe de pesquisas da empresa, Dr. Gregory Glenn.

A possível vacina é testada em seis voluntários na Austrália, de um total de 131 que ainda participarão do estudo. Caso os resultados da primeira fase sejam positivos, estima-se liberar a imunização ainda este ano.

Você pode estar imune à Covid-19 e não sabe. Entenda

A Novavax informou que a primeira fase dos testes na Austrália envolveria cerca de 130 participantes saudáveis com idades entre 18 e 59 anos.

Uma segunda fase será realizada em vários países, incluindo os Estados Unidos. A segunda fase de testes focará na imunidade, a segurança e a redução da Covid-19 em uma faixa etária mais ampla. As informações foram repassadas pela Novavax à agência Reuters.

Com o anúncio do início do teste em humanos, as ações da Novavax subiram cerca de 23% (US$ 56,50). A empresa espera ter uma resposta sobre os resultados em julho.

Máscaras de pano podem bloquear até 99% das partículas de saliva, diz estudo

Na última sexta-feira (22), a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou dez vacinas experimentais estavam sendo testadas em seres humanos, incluindo o composto da Novavax.

O novo coronavírus já infectou mais de 5,5 milhões de pessoas em todo o mundo e resultou em mais de 346 mil mortes.

    Veja Também

      Mostrar mais