Vacina Covid-19
Pixabay
Vacina Covid-19

Nesta quarta-feira, 19, a Austrália decidiu iniciar um debate sobre a obrigatoriedade internacional da vacina para frear o avanço do novo coronavírus (Sars-CoV-2) . Scott Morrison, primeiro-ministro australiano, foi o primeiro a declarar que sua opinião sobre imunização.

À rádio 3AW de Melborne, Morrison destacou que há muitas coisas em jogo para permitir que a Covid-19 continue se propagando . “Estamos falando de uma pandemia que destruiu a economia mundial e provocou centenas de milhares de mortes em todo o mundo”, disse antecipando a fala de movimentos antivacina.

Vacinas pelo mundo

Na terça-feira, 18, o Brasil aprovou os testes clínicos finais da vacina experimental da Johnson & Johnson, o quarto projeto autorizado pela Anvisa no país que é o segundo mais afetado pela pandemia, contabilizando 3,5 milhões de infectados e mais de 110.000 mortes.

Os Estados Unidos, que lidera o ranking de vítimas fatais da Covid-19 , conta com uma vacina em fase 3 de testes clínicos em seres humanos. O projeto do laboratório Moderna é considerado um dos mais avançados e próximos da comercialização.

O grupo americano Regeron fez um acordo com o laboratório farmacêutico suíço Roche nesta quarta-feira, 19, para fabricação e distribuição de uma fórmula para tratamento da Covid-19 que também já se encontra em fase final de testes clínicos.

Outros projetos de vacinas também caminham para a fase de testes em massa, como é o caso da que foi desenvolvida pelo laboratório chinês CanSinoBio e pelo Instituto Chinês de Biotecnologia de Pequim, que já foi testada na China, Rússia, Chile e Argentina, e agora passará por Paquistão e Arábia Saudita.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) , 168 potenciais vacinas estão sendo desenvolvidas, mas até agora nenhuma está pronta para a comercialização. O órgão pede para que países membros se unam ao programa de acesso à vacina e lutem contra o “nacionalismo das vacinas”.

    Veja Também

      Mostrar mais