Prefeito de São Paulo Bruno Covas pretende reabrir comércio até outubro
Reprodução
Prefeito de São Paulo Bruno Covas pretende reabrir comércio até outubro


Caso a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) siga em desaceleração em São Paulo, o prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB) , espera que a cidade possa entrar na fase verde do plano gradual de  reabertura das atividades econômicas no fim de setembro ou no começo de outubro. O projeto inclui o retorno das operações em cinemas e teatros.

"Esperamos para o fim de setembro, começo de outubro passar para a fase quatro, quando poderemos retomar teatros, cinemas, que estão na fase quatro", disse. A declaração foi feita em entrevista concedida essa sexta-feira (21) à "Rádio Gaúcha".

Segundo Bruno Covas, os efeitos da pandemia na capital estão em ritmo de redução há 10 semanas . Desde que a fase amarela teve início e academias, bares, restaurantes e shoppings abriram, o número de casos de Covid-19 em São Paulo não aumentaram.

Volta às aulas

Na oportunidade o prefeito também comentou sobre o retorno das aulas de reforço e uso de laboratórios e bibliotecas de São Paulo em setembro, que não tem seu apoio. De acordo com ele, a decisão final será tomada pela área da Saúde, mas a administração do município trabalha com o horizonte para uma volta em outubro.

"Só vamos volta a ter aula na cidade quando a área da Saúde autorizar. Esse é um tema que temos mais dúvidas do que certezas. Até hoje não foi dito qual a quantidade da população precisa estar imunizada para atingir imunidade de rebanho. Se fala em 30%, 60%. Vamos acompanhando, mas, se a área da Saúde disser que tudo bem, não tem motivos para não voltar", comentou para a rádio.

    Veja Também

      Mostrar mais