Pessoas caminhando no centro de Manaus, no Amazonas
Foto: Mário Oliveira/SECOM
Pessoas caminhando no centro de Manaus, no Amazonas

O diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mike Ryan, estimou que apenas 10% da população mundial, pode ter sido infectada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) desde o início da pandemia. Segundo a OMS, o número indica que uma imensa maioria ainda está vulnerável à Covid-19.

"Nossas melhores estimativas atuais nos dizem que cerca de 10% da população global pode ter sido infectada por este vírus. [Esta porcentagem] Varia dependendo do país, varia entre urbano e rural, varia dependendo do grupo, mas o que significa, de fato, é que a imensa maioria do mundo continua em perigo", disse Ryan.

Mike Ryan destacou que que a pandemia não acabou e continua se espalhado por diversas regiões, como no sudeste asiático, em partes da Europa e na região do Mediterrâneo Oriental, além das infecções e mortes que seguem altas nas Américas. "Agora estamos rumando para um período difícil. A doença continua a se disseminar", disse o diretor de emergências.

Também nesta segunda-feira (5), o diretor-geral da OMS, Tedros Adahnon,  demonstrou preocupação com a temporada de Influenza se aproximando do hemisfério norte com o início do inverno.

No dia 28 de setembro, segunda-feira passada, o mundo ultrapassou 1 milhão de mortos pelo novo coronavírus. Desse total, 14% destes óbitos aconteceram no Brasil.

    Veja Também

      Mostrar mais