Eli Lilly suspende testes de tratamento da Covid-19 por questões de segurança
Foto: Pixabay
Eli Lilly suspende testes de tratamento da Covid-19 por questões de segurança

Os testes de um medicamento contra a Covid-19 desenvolvido pela farmacêutica americana Eli Lilly foram interrompidos nesta terça-feira (13). A empresa não deu detalhes sobre o problema nos ensaios clínicos do medicamento, que é baseado em anticorpos monoclonais.

"Por precaução, o conselho independente de monitoramento de segurança de dados ACTIV-3 (DSMB) recomendou uma pausa na inscrição", disse a porta-voz da Lilly, Molly McCully, em um comunicado por e-mail. “Lilly apoia a decisão do conselho de garantir cautelosamente a segurança dos pacientes participantes deste estudo.”

O estudo Eli Lilly foi projetado para testar os benefícios da terapia em centenas de pessoas hospitalizadas com Covid-19. Todos os participantes do estudo também receberam outro medicamento experimental, remdesivir, que se tornou comumente usado para tratar pacientes com a doença. 

A farmacêutica, porém, não esclareceu se um ou mais voluntários testados sofreram algum efeito colateral ou desenvolveram alguma doença relacionada.

O ensaio tem parceria com a empresa de biotecnologia AbCellera e com o Centro de Pesquisa de Vacinas do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID), órgão do governo dos Estados Unidos.

    Veja Também

      Mostrar mais