cérebro
shutterstock/Reprodução
Covid-19 pode comprometer o cérebro

Um novo estudo reforça o risco que a Covid-19 oferece às funções cognitivas dos pacientes. e acordo com a pesquisa, realizada pelo Imperal College de Londres, em alguns casos graves a doença pode causar déficits consideráveis e duradouros às funções cerebrais.

O estudo foi realizado em mais de 84 mil pessoas e afirma que, nos piores casos, a infecção pode estar ligada a impactos "equivalentes ao declínio médio de 10 anos no desempenho global [do cérebro de pacientes] entre os 20 e os 70 anos".

"Pessoas que se recuperaram, incluindo aquelas que não relatam mais sintomas, exibiram déficits cognitivos significativos", diz o relatório do estudo. "Nossas análises se alinham à visão de que existem consequências cognitivas crônicas de se contrair Covid-19", assinaram os pesquisadores.

Os exames utilizarem testes sobre a forma como o cérebro dos pacientes realiza tarefas como unir pontos em um quebra-cabeças ou lembrar palavras. Os exames são comuns para avaliar doenças como o Alzheimer e doenças cerebrais temporárias.

    Veja Também

      Mostrar mais