Jean Gorinchteyn%2C secretário de Saúde do estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
Jean Gorinchteyn, secretário de Saúde do estado de São Paulo

Com a segunda onda de casos da Covid-19 na Europa, a equipe de Saúde do governo de São Paulo alerta para mais cuidados entre as pessoas. Nesta quinta-feira (5), o secretário da Saúde do estado, Jean Gorinchteyn disse que a pandemia está controlada, mas pediu cautela em encontros sociais, como reuniões familiares.

"A quarentena continua, precisamos estar atentos aos rituais da pandemia. Cumprimentos, como abraços e apertos de mão, continuam proibidos. E não é o que temos visto. As pessoas estão se aproximando e com elas o próprio vírus. O normal só vai acontecer após a vacina", alertou o secretário em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

De acordo com dados da Secretaria da Saúde, o estado de São Paulo tem um total de 1.125.936 casos confirmados e 39.717 mortes por Covid-19. A média de óbitos dos últimos sete dias é de 85 e vem caindo desde setembro. A taxa de leitos de UTI está em 39,4% no estado e em 42,3% na grande São Paulo.

Gorinchteyn disse que os dados da evolução da infecção são acompanhados de perto pela equipe de saúde. O Centro de Contigência do Coronavírus de SP também alertou que mesmo em reuniões familiares, o uso de máscara e de álcool em gel é obrigatório.

    Veja Também

      Mostrar mais