Sputnik
Reprodução
De acordo com desenvolvedores, vacina oferece mais de 95% de eficácia

O Centro de Pesquisas Gamaleya, responsável pelo desenvolvimento da vacina russa Sputnik V, anunciou hoje que o imunizante pode superar a eficácia de 95% após aplicação da segunda dose. Ainda segundo o laboratório, os resultados foram obtidos 42 dias após a primeira dose e 21 dias depois da primeira.

Além do insituto, o ministerio da saúde russo e o fundo soberano do país também estão envolvidos no desenvolvimento da vacina, a principal aposta da Rússia contra a pandemia da Covid-19. Os dados, porém, não foram revisados por pares nem publicados por uma revista científica, o que agrava a crise de credibilidade do imunizante.

A primeira divulgação sobre a eficácia da Sputnik foi feita há duas semanas, quando o governo afirmou que a vacina seria 90% eficaz. oje, os desenvolvedores ofereceram detalhes mais precisos sobre o estudo e so resultados.

18.794 voluntários participaram da fase 3 dos estudos do imunizante, divididos em dois grupos: um que recebeu a vacina e outro, o grupo de controle, que recebeu uma dose placebo. Entre os vacinados, apenas 8 contraíram a doença. Já no grupo de controle, houve 31 infecções.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários