A Sputnik V é vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Rússia
Foto: Divulgação/SputnikV
A Sputnik V é vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Rússia

A Rússia iniciou a vacinação de seus militares contra a Covid-19, anunciou o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, nesta sexta-feira (27). O imunizante desenvolvido pelo país foi batizado de Sputnik V. Até agora, mais de 2.500 militares foram vacinados. 

De acordo com o governo russo, oo total, mais de 400 mil soldados serão vacinados nesta campanha. O número chegará a 80 mil até o final de 2020, segundo a mesma fonte.


No início de setembro, o próprio ministro disse que se vacinou com a vacina russa Sputnik V, preparada pelo centro de pesquisas Gamaleya de Moscou, em parceria com o Ministério da Defesa.

A vacina atualmente está em ensaios clínicos de fase 3 e demonstrou ter 95% de eficácia, de acordo com seus criadores.

A Rússia, quarto país em número de infecções, atrás de Estados Unidos, Índia e Brasil, registrou novo recorde de 27.543 casos de contágio detectados em 24 horas, além de 496 mortes.

O país acumula 2.215.533 casos da Sars-CoV-2 desde o início da pandemia, com 38.558 óbitos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários