Vacina
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
Plano de vacinação da CoronaVac foi anunciado em São Paulo

Após anunciar o início da campanha de vacinação contra a Covid-19 para o dia 25 de janeiro em São Paulo, o governador João Doria (PSDB) afirmou que, caso a imunização atraia brasileiros de outros estados, o serviço será igualmente garantido.

"Todo e qualquer brasileiro que pedir a vacina em solo paulista a receberá gratuitamente. Nós fazemos parte do Brasil. Respeitamos todos os brasileiros e aqui vacinaremos todos que precisarem", afirmou Doria. Ainda segundo ele, o sistema não exigirá comprovantes de residência - um protocolo normalmente utilizado pelo SUS em campanhas de vacinação.

O governo também anunciou, em entrevista coletiva, que 4 milhões de doses da vacina CoronaVac - que será produzida em São Paulo pelo Instituto Butantan - serão disponibilizadas para estados que solicitarem o imunizante. 8 estados já solicitaram a vacina. A vacina ainda aguarda a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para uso na população.

Em São Paulo, a campanha vacinal está prevista para iniciar antes do programa nacional de imunização, cujo início deve ocorrer em março de 2021. "Precisamos que o governo federal entenda que estamos na luta pela vida, e não numa luta eleitoral", destacou o governador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários