vacinação
shutterstock
Oxford divulga resultados preliminares na revista Tha Lancet

A universidade Oxford e a farmacêutica AstraZeneca, que trabalham no desenvolvimento de uma vacina contra a Covid-19, publicaram nesta terça-feira (8) o primeiro resultado da terceira fase do teste clínico do imunizante. A revisão foi publicada na revista Lhe Lancet e aponta 70,4% de eficácia.

O estudo dividiu os testes em dois grupos, tendo um recebido a primeira dose padrão e seguida por uma vacinação de reforço e outro grupo recebendo uma dose mais baixa seguida pela dose padrão. No primeiro grupo, a eficácia foi de 62,1%. Já o segundo, obteve 90% de eficácia. O total apresentado na revista, então, é a média entre os dois resultados.

A publicação ainda afirma que duas doses da vacina serão necessárias para garantir um resultado satisfatório. Os dados, ainda preliminares, já haviam sido divulgados em novembro, porém sem revisão de outros cientistas e validados - um dos protocolos para a publicação em revista científica.

A vacina, uma das preferidas para a campanha de imunização no Brasil, ainda precisa da aprovação de órgãos reguladores (como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no Brasil) para uso na população. Apesar disso, a previsão que mais de 110 mlhões de doses sejam produzidas até o segundo semestre 2021 no País.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários