UTI
Getty Images
Média de mortes e casos graves chama atenção em São Paulo

A média móvel da Covid-19, que aponta o avanço da pandemia a partir do índice semanal de óbitos, está quatro vezes maior do que na primeira quinzena de novembro em São Paulo. Atualmente, a média de 88 pessoas mortas pela doença a cada 24 horas.

No início do mês passado a média apontava 22 óbitos. Desde então, a cada semana o índice se torna mais preocupante, impulsionando, inclusive, o fechamento e redução de horário de serviços. A taxa de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) também preocupa as autoridades sanitárias.

De aordo com o boletim da sexta-feira (19) divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, a ocupação dos leitos é de 67,5% na região metropolitana da capital. Em 10 de novembro, a taxa era de 42%. Segundo o governo, a ocupação também possui relação com o fechamento dos hospitais de campanha e a transferência de pacientes do interior.

Questionado pelo Estadão, o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, afirmou que São Paulo já possui planos de expansão dos leitos, como ações como a reativação de leitos fechados em algumas unidades da capital. Apesar disso, ele chama atenção para o avanço da pandemia em outras regiões que não possuem espaço para crescimento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários