Vacina
Fotoarena / Agência O Globo
Até o momento, contrato prevê 46 milhões de doses para o Ministério da Saúde

De acordo com o secretário em Vilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, o Ministério da Saúde negocia a aquisição de 100 milhões de doses da vacina CoronaVac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan. Ainda segundo a pasta, o objetivo é de que as doses sejam entregues ainda no primeiro semestre de 2021.

Até o momento, o Butantan confirmou a entrega de 46 milhões de doses da vacina para distribuição nacional, sendo 9 milhões em janeiro, 15 milhões em fevereiro e mais 22 milhões de doses no mês de março. O contrato, porém, está em fase de revisão.

A informação foi dada por Medeiros em reunião da Comissão Externa de Enfrentamento à Covid-19 da Câmara dos Deputados e divulgada pela Agência Reuters. Além disso, o Ministério afirma que os contratos com a Pfizer e Fiocruz avançam e devem garantir mais doses para o primeiro semestre do ano que vem.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários