Cemitério
Alex Pazuello/Prefeitura de Manaus
Coveiro com roupa impermeável em cemitério Nossa Senhora Aparecida, em Manaus

O Brasil registrou, nesta terça-feira (5), 1.248 novos óbitos causados pela Covid-19. O aumento em 24 horas, registrado pelo levantamento do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), é quase três vezes maior que o número apresentado ontem, segunda-feira (4), quando o país notificou 466 mortes.

Além disso, 58.679 novos casos foram notificados. No total, desde o início da pandemia, o Brasil já registrou mais de 7,8 milhões de pacientes. A média móvel de casos, que aponta a progressão da pandemia na semana, ficou em 58.679. Já a média móvel de óbitos, de 722 vidas perdidas por dia, é semelhante aos números do dia 13 de maio de 2020, quando o país registrou 749 óbitos em média. 

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

O ranking de número de mortes segue liderado pelo estado de São Paulo, que tem 47.222 óbitos causados pela Covid-19. O Rio de Janeiro continua em segundo lugar, com 25.837 mortes, seguido por Minas Gerais (12.083), Ceará (10.042) e Pernambuco (9.709).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários