Vacina combinada busca maior eficácia
Rafael Rigues
Vacina combinada busca maior eficácia

Uma vacina que combina a russa Sputnik V e o imunizante experimental desenvolvido pela Universidade de Oxford e AstraZeneca deve começar a ser testada em humanos no início de fevereiro. A vacina combinada foi anunciada em dezembro de 2020.

Até o momento, ainda há poucos detalhes sobre como os testes serão realizados e com quantos voluntários. Os testes acontecerão no Azerbaijão, Argentina, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bielo-Rússia, Rússia e outros lugares, disse a farmacêutica R-Pharm, responsável pela produção.

O objetivo da união entre as duas vacinas é encontrar um imunizante ainda mais eficaz, já que ambas as doses possuem abordagem científica semelhante. Enquanto a vacina da AstraZeneca é baseada em um adenovíus de chipanzé, porém, a Sputnik foi projetada a partir de dois adenovírus humanos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários