Ministério da Saúde pretende adquirir mais 30 milhões de doses da CoronaVac
Reprodução
Ministério da Saúde pretende adquirir mais 30 milhões de doses da CoronaVac

O Ministério da Saúde manifestou, nesta quinta-feira (18), a intenção de adquirir mais 30 milhões de doses da vacina CoronaVac, produzida pelo Insitutot Butantan contra a Covid-19. Os lotes devem ser integrados ao Programa Nacional de Imunização (PNI) e distribuídas aos estados.

A informação foi repassada ao instituto por meio e ofício assinado pelo secretário-executivo da pasta, Elcio Franco. Até então, o Ministério da Saúde já assinou contrato de compra para 100 milhões de doses do imunizante, que devem ser entregues de forma escalonada até o mês de agosto, segundo cronograma do Butantan.

A intenção de compra ocorre em um momento de tensão entre o Ministério da Saúde e o Butantan. Na quinta-feira (19), a pasta emitiu um comunicado no qual responsabiliza o instituto pelo atraso no cronograma de vacinação previsto para o mês de fevereiro.

O Butantan, por sua vez, respondeu em nota na qual afirma que o Ministério omite fatos sobre o assunto , como a crise diplomática gerada pelo governo brasileiro com China, o que agravou o atraso do envio de insumos para a produção da vacina no Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários