As vacinas vieram do Instituto Serum, na Índia, onde foram produzidas
Márcia Foletto / Agência O Globo
As vacinas vieram do Instituto Serum, na Índia, onde foram produzidas

Um total de dois milhões de doses de vacina AstraZeneca/Oxford,  que chegaram ao Rio de Janeiro nesta terça-feira (23), passam por um processo de controle de qualidade na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A partir daí, a Fiocruz vai entregar as vacinas ao Plano Nacional de Imunização (PNI) e o governo federal estabelecerá um calendário de entrega tanto para os estados quanto para os municípios. Mas, ainda não há data definida para isso.

As vacinas vieram do Instituto Serum, na Índia, onde foram produzidas, chegaram no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, foram transportadas até o Galeão e, de lá, levadas à Fiocruz, em Manguinhos, Zona Norte do Rio. Na fundação, passaram por um processo de conferência e tradução das etiquetas para o português. 

A expectativa é que, desses dois milhões de doses, 180 mil fiquem no estado do Rio de Janeiro, 90 mil permaneceriam na cidade do Rio, onde a vacinação está interrompida por falta do imunizante. Pelo mesmo motivo, o trabalho de vacinação também está interrompido em Niterói e São Gonçalo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários