Não há mais leitos disponíveis em Taboão da Serra
BBC/Getty Images
Não há mais leitos disponíveis em Taboão da Serra

A lotação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva no interior de São Paulo já causam impactos visíveis na mortalidade por Covid-19. De acordo com a secretaria de saúde de Taboão da Serra, onze pacientes já morreram enquanto aguardavam uma vaga para tratamento na UTI.

Segundo a secretária-adjunta de Saúde, Thamires May, em entrevista ao Bom Dia São Paulo, o sistema Cross - que regula a oferta de serviços de saúde - está em colpso e desde o dia 3 os pacientes não conseguem ser transferidos. De acordo com May, o município adaptou leitos para assegurar a ventilação dos pacientes.

"No momento estamos com 11 pacientes intubados, 16 aguardando transferência via Cross e tivemos 11 óbitos, infelizmente, esses estavam inseridos no sistema aguardando uma vaga de terapia intensiva", afirmou a secretária. Ainda segundo ela, desde o dia 3 nenhuma vaga foi recebida.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários