Instituições também operam acima da capacidade nas UTIs.
Foto: Tempura/iStock
Instituições também operam acima da capacidade nas UTIs.

Com a alta de casos, internações óbitos por Covid-19, dois hospitais de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul,  fecharam as emergências entre a noite de domingo (14) e a manhã desta segunda-feira (15).

No domingo, o Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), que tem 88 pacientes, dos quais 48 em condições críticas, e 24 necessitando de ventilação mecânica, operava com uma taxa de ocupação de 132%.

A unidade explicou que seguirá atendendo pacientes encaminhados pelo Samu e pelo Sistema de Gerenciamento de Internações da prefeitura de Porto Alegre. A emergência para pacientes sem Covid-19 segue funcionando normalmente.

Na manhã desta segunda, o Complexo Hospitalar Santa Casa também decidiu fechar, por tempo indeterminado, duas das três emergências adultas do hospital, localizadas nos Hospitais Santa Clara e Dom Vicente Scherer.

De acordo com um comunicado da Santa Casa, as unidades já trabalhavam com atendimento restrito, mas a capacidade chegou ao limite. Hospital informou que a ocupação das emergências beira os 300%.

Além destas duas unidade de saúde que precisaram paralisar a emergência, o Hospital Conceição também está à beira do colapso. De acordo com os números do governo estadual, a UTI adulta tem 97,3% de ocupação. Já os leitos exclusivos para Covid-19 estão com uma taxa de 80,4% de ocupação. 

No Rio Grande do Sul, a taxa de ocupação das UTIs adultas passa de 100%, tanto na rede pública quanto privada. O uso de respiradores também está próximo ao limite, com 84,3% utilizados em todo o Rio Grande do Sul.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários