João Gabbardo dos Reis coordena o centro de contingência da Covid-19 em SP
Divulgação
João Gabbardo dos Reis coordena o centro de contingência da Covid-19 em SP

O médico João Gabbardo dos Reis, que coordena o Centro de Contingência da Covid-19 em São Paulo, gravou um apelo emocionado no qual - em entrevista à rede CNN - pede a compreensão da população sobre a maior crise sanitária da história. "Eu tenho absoluta certeza que se as pessoas que fazem aglomeração ficasse 24 horas dentro de um hospital, elas não fariam mais", disse o profissional de saúde.

"Eu não queria estar na pele de um jovem que depois de uma festa chega em casa e contamina seus familiares, que vão para o hospital e vão morrer no hospital. Eu não queria estar na pele de alguém que tem coragem de fazer isso com seus familiares", reforçou Gabbardo, com visível emoção.

Em outro ponto da entrevista, o profissional voltou a destacar a importância da adesão às medidas de distanciaento social. "Nós passamos o dia inteiro falando isso pra todo mundo, mesmo assim essas aglomerações não param de ocorrer. O que mais a gente pode fazer?", questionou.

Nesta quinta-feira (18), a cidade de São Paulo registrou a primeira morte de um paciente da Covid-19 que aguardava assistência. A capital ainda registra  475 pessoas que esperam a liberação de leitos de UTI para tratamento da doença.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários