Vacina de Oxford e da farmacêutica AstraZeneca
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Vacina de Oxford e da farmacêutica AstraZeneca

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos para Saúde (MHRA), do Reino Unido, anunciou que considera a vacina desenvolvida pela AstraZeneca contra o CoronaVírus segura. A desconfiança sobre o imunizante surgiu em alguns países europeus após o registro de cinco casos de trombose cerebral, cuja relação com a vacina não foi comprovada.

De acordo com a conselheira chefe da agência, June Raine, a ocorrência dos efeitos não é superior ao índice em que normalmente ocorreria, independentemente da vacinação. Raine participou de entrevista coletiva sobre o assunto na quinta-feira (17). Ela ainda reforçou que a vacina "supera os riscos" e recomendou a vacinação imediata de todos.

Na mesma coletiva, o primeiro-ministro do Reino Unido Boris Johnson, também enfatizou sua confiança na vacina e disse que ele próprio receberá sua primeira dose nesta sexta-feira (18). "É razoável que as pessoas queiram ter certeza de que as vacinas são seguras e eficazes e que temos os suprimentos necessários", disse Johnson.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários