Falta de oxigênio já foi identificada em diferentes estados desde janeiro
Erlon Rodrigues/PC-AM
Falta de oxigênio já foi identificada em diferentes estados desde janeiro

A delegação brasileira na Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou, em uma reunião da organização, que a crise da falta de cilindros de oxigênio no país foi "localizada e temporária". A reunião une líderes de diferentes países para discutir a produção de vacinas e ações de contingência durante a pandemia.

De acordo com informações do blog do colunista Jamil Chade, a delegação do Itamaraty ainda afirmou que "agora enfrentamos desafios adicionais em várias frentes". Com uma média móvel superior a 2 mil mortos por dia durante a semana, o Brasil vive agorao pior momento da pandemia.

A falta de cilindros de oxigênio, que ocorreu durante o mês de janeiro em estados do Norte do país, já foi identificada esta semana em São Paulo, demandando a transferência de pacientes. Além disso, a falta de insumos para intubação e tratamento dos pacientes em hospitais também preocupa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários