Vacina contra a Covid-19
Foto: Divulgação
Vacina contra a Covid-19

Crianças e gestantes vacinadas por engano contra a Covid-19 não devem receber a 2ª dose do imunizante. A recomendação é do Instituto Butantan, que informou, por meio de nota, que a vacina contra o novo coronavírus é indicada para indíviduos com 18 anos ou mais e que não há conclusões científicas, até o momento, de segurança ou eficácia da vacina em crianças ou em gestantes.

Entenda

O caso ocorreu na terça-feira (13), quando 46 pessoas foram vacinadas contra a Covid-19 em Itirapina, interior de São Paulo, em vez de receberem a vacina contra a gripe. Entre os vacinados de forma errada estão 18 adultos, sendo duas gestantes , e 28 crianças, na faixa etária de 1 a 5 anos.

A troca de vacinas está sendo investigada pela Polícia Civil de São Paulo para apurar as circunstâncias do erro. De acordo com a prefeitura da cidade, a técnica em enfermagem que aplicou as doses foi afastada e um processo administrativo foi aberto.

Ainda de acordo com a gestão municipal, todo o grupo que recebeu a vacina errada está sendo acompanhado por uma equipe médica. Até esta sexta-feira (16), nenhum deles teve sintomas ou efeitos adversos. 

O Butantan explicou ainda que é importante que, em casos como esse, as vigilâncias municipais acompanhem e coletem informações individuais das crianças e gestantes expostas. Segundo o instituto, é recomendável que essas pessoas, vacinadas erroneamente com a CoronaVac, aguardem por 14 dias antes de receberem a vacina contra a gripe. "Cabe ressaltar que, no caso de crianças e/ou gestantes expostas à vacina de covid-19, não é indicada a aplicação da segunda dose do imunizante", disse em nota.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários