O governador participou do início da vacinação dos profissionais de segurança no estado
Foto: Reprodução/Twitter
O governador participou do início da vacinação dos profissionais de segurança no estado

O afastamento de policiais militares de São Paulo caiu cerca de 82% desde o início da vacinação da categoria no estado, no último dia 5 de abril. Os dados foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública, nesta terça-feira (11).

A pasta informou que chegou a registrar até 1.700 licenças por sintomas relacionados à doença por semana, mas com o avanço da vacinação contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2), o número foi reduzido para cerca de 300 agentes afastados.

O governo estadual diz ainda que há diminuição nas internações dos policiais em enfermarias e UTI. O númeo caiu de 71% e 34%, respectivamente.

Até esta terça (11), 96% do efetivo total da Polícia Militar já tinha recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19.



O Plano Estadual de Imunização (PEI) incluiu os policiais militares, civis, bombeiros, polícia científica, agentes de segurança e de escolta penitenciária, guardas civis metropolitanos municipais e policiais federais que atuam em São Paulo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários