Maiores de 18 anos com comorbidades podem receber
Reprodução: ACidade ON
Maiores de 18 anos com comorbidades podem receber "xepa" da vacina em SP

A Prefeitura de São Paulo anunciou a "xepa" da vacina contra a Covid-19 para pessoas acima de 18 anos com  comorbidades. Este grupo pode tentar se vacinar com as sobras das doses dos imunizantes que sobram nas unidades de vacinação. As informações são da BandNews FM.

Antes, a regra era ter a partir de 55 anos e alguma comordidade para ser imunizado. A orientação, segundo a gestão municipal, é de que os interessados procurem a UBS mais próxima de casa e entrem na lista de espera. 

As pessoas que entram na lista de espera precisam esperar o contato feito pelos funcionários do posto por telefone. Quando há vacinas perto do fim da validade e que correm o risco de serem jogadas fora, eles ligam para estas pessoas irem à unidade e se vacinar.

No dia da vacinação é preciso levar um comprovante da comorbidade, como exames, receitas ou laudo médico.

Você viu?

Ritmo de vacinação no estado de SP

No momento, todas as pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos podem se vacinar no estado de São Paulo. A partir desta sexta-feira (14), será a vez de quem tem as doenças prévias presentes no Programa Nacional de Imunizações (PNI) com idade entre 50 e 54 anos.

Já a partir do 21 de maio, a campanha vai incluir as  pessoas com comorbidades de 45 a 49 anos, conforme anunciou a gestão estadual.

Veja a lista de comorbidades consideradas válidas pelo Ministério da Saúde:

• Doenças Cardiovasculares  
• Insuficiência cardíaca (IC)  
• Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e Hipertensão pulmonar  
• Cardiopatia hipertensiva  
• Síndromes coronarianas  
• Valvopatias  
• Miocardiopatias e Pericardiopatias  
• Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas  
• Arritmias cardíacas  
• Cardiopatias congênitas no adulto  
• Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados  
• Diabetes mellitus  
• Pneumopatias crônicas graves  
• Hipertensão arterial resistente (HAR)  
• Hipertensão arterial – estágio 3  
• Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade  
• Doença Cerebrovascular  
• Doença renal crônica  
• Imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer).  
• Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)  
• Obesidade mórbida  
• Cirrose hepática 



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários