Depois de 22 anos, o Amapá registrou os primeiros casos em outubro de 2019 e, desde então, enfrenta um novo surto da doença
Foto: shutterstock
Depois de 22 anos, o Amapá registrou os primeiros casos em outubro de 2019 e, desde então, enfrenta um novo surto da doença

A Superintendência de Vigilância em Saúde do Amapá (SVS/AP) confirmou, nesta sexta-feira (14), a morte de dois bebês por sarampo, doença viral contagiosa.  De acordo com o governo, as vítimas são uma bebê de 7 meses, em Macapá, e outre. bebê indígena de 4 meses, em Pedra Branca do Amapari.

No caso da capital, o óbito ocorreu no dia 28 de março. De acordo com a SVS, a criança de 7 meses, do sexo feminino, começou a apresentar os primeiros sintomas no dia 24 de fevereiro. Ela não estava vacinada.

A criança indígena, de 4 meses e fora da faixa etária de vacinação, faleceu no dia 19 de abril. A sua irmã gêmea morreu no dia 1 de maio. As duas mortes estavam sob investigação, mas o resultado foi que apenas a menina que faleceu no dia 19 de abril teve confirmação de sarampo. A irmã dela deu positivo para dengue como causa da morte.

Depois de 22 anos, o Amapá registrou os primeiros casos em outubro de 2019 e, desde então, enfrenta um novo surto da doença.

O governo encaminhou as amostras das duas crianças indígenas para análise na Fiocruz para confirmar os exames feitos no Lacen e os exames confirmaram os resultados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários