Jean Gorinchteyn, secretário da Saúde do governo de São Paulo
Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo
Jean Gorinchteyn, secretário da Saúde do governo de São Paulo

Com ameaça de uma possível terceira onda da Covid-19 e o aumento das  internações pela doença no estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, secretário da saúde do governo paulista, garantiu que a gestão está bem preparada.

"Tivemos nesta semana um incremento do número de casos de 11%", disse Gorynchteyn, comparando a semana atual com a anterior. Agora há 12.573 casos, frente a 11.320 do período passado. As internações também subiram no período e estão 2,6% maiores.

Atualmente, as taxas de ocupação das UTIs de São Paulo estão em 79%, para todo o estado, e em 76,9% na Grande São Paulo. São 10.129 doentes internados em leitos intensivos e 11.983 em enfermarias.

Em coletiva de imprensa, realizada hoje (19), no Palácio dos Bandeirantes, Gorinchteyn informou que para garantir o tratamento aos paulista, o governo vai manter os leitos de UTI destinados aos pacientes com Covid-19.

"Hoje temos mais de 14 mil leitos para a Covid-19, e os que foram revertidos, têm a rápida possibilidade de reintrodução na contabildiade para a Covid-19, seja de hospitais rede pública, filantrópica ou privados que têm assistência ao SUS", disse o secretário. 

Sobre a quantidade de insumos e os estoques no estado, Gorinchteyn relembrou a aquisição de mais 2 mil cilindros de oxigênio para acolher os pequenos municípios. "Criamos uma grande estrutura de logística no sentido de garantir oxigênio para todos os 645 municïpios do nosso estado". 

O secretário destacou ainda que a compra internacional nove milhões de doses do kit intubação já está sendo finalizada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários