Governo de SP anuncia a vacinação em pessoas de 55 a 59 anos sem comorbidades
Foto: Futura Press
Governo de SP anuncia a vacinação em pessoas de 55 a 59 anos sem comorbidades






O governo de São Paulo anuncia, nesta quarta-feira (19) o início da vacinação contra a Covid-19 em pessoas de 55 a 59 anos sem comorbidades, quem não tem doenças preexistentes, a partir do dia 1° de julho até o dia 21 de julho.

A gestão estadual também se comprometeu vacinar todas as pessoas com comorbidades e com deficiência permanente no mês de junho. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (19), no Palácio dos Bandeirantes. 

"Em junho nós esperamos terminar todas as comorbidades a partir de 18 anos e também todas as pessoas com deficiências, não só aquelas que estão no BPC, mas todas com deficiências permanentes", anunciou Regiane de Paula, coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização.

De acordo com o governador João Doria (PSDB), do dia 21 a 31 de julho, também serão vacinados os profissonais da educação de 18 a 46 anos.

"Entre os dias 1º e 20 de julho serão vacinadas as pessoas de 55 a 59 anos de idade e entre os dias 21 e 31 de julho vamos vacinar os profissionais da educação que ainda precisam ser vacinados na faixa de 18 a 46 anos. Um público total de 1 milhão e 700 mil pessoas neste programa de vacinação", afirmou Doria.

Regiane de Paula explicou que para cumprir o calendário no estado de São Paulo, é preciso que o Ministério da Saúde cumpra o calendário vacinal. "Nós precisamos de ritmos de vacinação. E esse ritmo de vacinação se deve à compra de mais vacinas, à chegada de mais vacinas. É muito importante que o governo federal esteja atento. Nós precisamos dar celeridade a esse processo", disse Regiane.

Até o momento, 15.078.432 doses foram aplicadas em todo o estado, sendo 9.929.276 com a primeira dose e 5.149.156 com o esquema vacinal completo. 

Você viu?


Veja todos os grupos:


Próximo grupo em maio

O próximo grupo a ser vacinado, a partir de 21 de maio, são as pessoas com comorbidade na faixa etária entre 45 e 49 anos de idade. E também nesta mesma data, terá início a vacinação das pessoas com deficiência permanente na mesma faixa etária. 

O número totaliza 670 mil pessoas que possuem doenças crônicas e 25 mil deficientes contemplados com o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

Documentação

Na ocasião em que comparecer ao posto de saúde, qualquer pessoa com comorbidades e que faz parte das faixas etárias já anunciadas deve apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório ou prescrição médica. Os cadastros previamente existentes em Unidades Básicas de Saúde (UBS) também podem ser utilizados.

Comorbidades incluídas na vacinação

Insuficiência cardíaca
Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
Cardiopatia hipertensiva
Síndrome coronariana
Valvopatias
Miocardiopatias e pericardopatias
Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
Arritmias cardíacas
Cardiopatias congênitas no adulto
Próteses valvares e dispositivos cardíaco implantados
Diabetes mellitus
Pneumopatias crônicas graves
Hipertensão arterial resistente
Hipertensão artéria estágio 3
Hipertensão artéria estágio 1 e 2 com lesão e órgão alvo
Doença cerebrovascular
Doença renal crônica
Imunossuprimidos (inclui câncer)
Anemia falciforme
Obesidade mórbida
Cirrose hepática
Portadores do vírus HIV

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários