Apesar da queda de óbitos nessa categoria, o número absoluto de mortes aumentou em todas as idades em março, pior mês da pandemia no estado de São Paulo
Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR
Apesar da queda de óbitos nessa categoria, o número absoluto de mortes aumentou em todas as idades em março, pior mês da pandemia no estado de São Paulo

A porcentagem de idosos mortos pela Covid-19  em São Paulo, nos meses de março e abril, caiu de 80% para 66%, em comparação com a média histórica da pandemia, segundo dados preliminares do Ministério da Saúde. O levantamento foi publicado pelo G1.

Os dados da pasta, no entanto, são preliminares, porque óbitos ocorridos em março e abril deste ano ainda podem ser contabilizados no sistema.

O levantamento Globo leva em consideração 100.220 mortes por Covid-19 no estado de São Paulo contabilizadas no sistema Datasus até a última quarta (19). A análise avalia apenas os registros com detalhes como a idade das vítimas e a data de ocorrência do óbito.

Apesar da queda de óbitos nessa categoria, o número absoluto de mortes aumentou em todas as idades em março, pior mês da pandemia no estado de São Paulo.

Em março deste ano, o total de mortes entre pessoas com idade de 40 a 59 anos foi, pela primeira vez, maior do que o número de mortes daquelas com mais de 80 anos. Foram 5.039 vítimas com 40 a 59 anos naquele mês, contra 3.448 entre os maiores de 80.

Apesar disso, a faixa etária de 60 a 79 anos ainda é a que tem o maior número de óbitos pela Covid-19, com 9.679 vítimas em março, o que equivale a metade das mortes registradas naquele mês.



O estado de São Paulo chegou nesta sexta-feira (19) ao total de 107.017 mortes por Covid-19 e a 3.163.859 casos confirmados da doença.

Fonte: G1.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários