João Gabbardo
Foto: Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
João Gabbardo

O coordenador-executivo do Centro de Contingência da Covid-19 em São Paulo, João Gabbardo, afirmou que o surgimento de uma nova variante não comprova que o país entrará em uma terceira onda da pandemia.

"Temos uma possibilidade, toda hora temos novas variantes. Isso não significa uma terceira onda. Mas, mesmo assim, temos que nos preparar para isso", disse Gabbardo em coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (26).

"Essa variante pode não ter um capacidade de transmissão maior ou de letalidade, isso precisa ser estudado. Mas, mesmo assim, a gente deve se preparar para isso, a Secretaria de Saúde já esta se preparando, no caso de abrir novos leitos para atender os pacientes e com o material do kit intubação. O que acho mais importante é a aceleração da imunização", explicou o médico.

Gabbardo esclareceu que o distancimento físico e o uso de máscaras continuam sendo essenciais como medida contra a Covid-19.

Você viu?

Números de casos novos, internações e mortes por Covid voltam a subir

O secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, mostrou que as taxas de ocupação de leitos de UTI por pacientes com Covid-19 voltou a subir no estado.

O número de mortes subiu 4,6%, média 500 mortes por dia no estado, contra 478 mortes por dia na semana anterior.

Houve um crescimento de 8,3% na média de casos novos por dia na atual semana epidemiológica, em comparação com o período anterior. As internações novas cresceram 7,8%. 

A ocupação na Grande São Paulo hoje é de 77,6%, contra 76,9% na quarta passada (19). No estado, a ocupação é de 80,6%; era de 79% na quarta passada.

O estado tem nesta quarta-feira (26) 3.226.875 casos confirmados e 109.241 óbitos por Covid-19. Quanto ao número de internados, 10.545 estão em UTI e 12.554 estão em enfermaria, entre casos confirmados e suspeitos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários