A Argentina aprovou a Sputnik Light, vacina russa em dose única contra a covid-19
Mariana Sanches - Da BBC News Brasil em Washington
A Argentina aprovou a Sputnik Light, vacina russa em dose única contra a covid-19

Nesta segunda-feira (6), o  Fundo Russo de Investimentos Diretos (FIDR) anunciou que a Argentina aprovou a Sputnik Light, vacina russa em dose única contra a covid-19. De acordo com um comunicado do FIDR, a vacina russa foi aprovada como uma "vacina independente e dose de reforço" contra o coronavírus.

O fundo russo lembrou que a Argentina foi um dos primeiros países a registrar a vacina russa Sputnik V no ano passado, que recebeu até hoje a aprovação de mais de 70 nações.

O FIDR destaca que estudos realizados com a Sputnik Light em todo o mundo têm mostrado sua segurança e alta eficácia. A vacina mostrou uma eficácia entre 78,6% e 83,7% em idosos, segundo fontes sanitárias da Argentina.

Além disso, um estudo na Argentina sobre a combinação da dose única da Sputnik Light com as vacinas produzidas pela AstraZeneca, Sinopharm, Moderna e Cansino mostrou que o medicamento russo pode efetivamente aumentar a imunidade após injeções anteriores.

Os dados também suportam um perfil de alta segurança da Sputnik Light em combinações com todas as outras vacinas, sem efeitos adversos graves após a injeção em qualquer combinação.

Os estudos são baseados em análises de combinações de cinco vacinas diferentes, afirma o FIDR.

Drop here!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários