Esta é a segunda vez em 40 dias em que a pasta reduz o prazo, originalmente de seis meses
Redação - BBC News Mundo
Esta é a segunda vez em 40 dias em que a pasta reduz o prazo, originalmente de seis meses

O Ministério da Saúde publicou nota técnica nesta segunda-feira em que determina que o intervalo da dose de reforço para a vacina contra a Covid-19 deverá ser de quatro meses. Antes, eram cinco. Esta é a segunda vez em 40 dias em que a pasta reduz o prazo, originalmente de seis meses.

A decisão vale para toda a população a partir de 18 anos que já completou o esquema vacinal com duas doses de AstraZeneca, de CoronaVac ou de Pfizer. Para quem recebeu a dose única da Janssen, o reforço deve ser feito depois de dois meses, com a mesma vacina.

Drop here!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários