Ministério da Saúde
Marcelo Casal Jr/ Agência Brasil
Ministério da Saúde


O Ministério da Saúde informou que não há qualquer relação entre a aplicação da vacina contra a Covid-19 em uma criança de 10 anos e a parada cardíaca que ela sofreu, 12 horas depois de receber o imunizante da Pfizer. A menina vive em Lençóis Paulista, no interior de São Paulo.


Nesta sexta-feira (21), a pasta federal ressaltou que a vacinação é segura e ratificou o parecer conclusivo divulgado pelo governo de São Paulo , conforme aponta o portal Metrópoles. O documento estadual descarta a possibilidade de evento adverso pós-vacinação. 


A parada cardíaca foi causada por uma doença congênita rara, até então desconhecida pela família da menina. Estável e com quadro de saúde já revertido, a criança esteve na UTI de um hospital de Botucatu e seguia em observação pelo menos até ontem.


Ainda na quinta, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, visitaram a família da criança. Segundo Damares, o presidente Jair Bolsonaro, que costuma se posicionar contra a imunização, falou com a família por telefone.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários