Vacinação contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos de idade em São Paulo
Reprodução/Prefeitura de São Paulo
Vacinação contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos de idade em São Paulo

Nesta segunda-feira (7), data do retorno das aulas na rede municipal de ensino, a cidade de São Paulo celebra o fato de já ter vacinado 63,5% das crianças de 5 a 11 anos de idade contra a Covid-19. Até o momento, foram aplicadas 687.843 doses nessa parcela da população.

"O avanço do processo de imunização infantil e os protocolos sanitários que definimos conjuntamente permitem que a volta às aulas ocorra de maneira mais segura na capital. É gratificante contarmos com a conscientização da maioria dos pais e pedimos àqueles que ainda não levaram seus filhos para serem vacinados que procurem o quanto antes a UBS mais próxima de suas casas para protegermos as crianças", afirma o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

Nesta segunda-feira, Aparecido acompanhou, junto ao prefeito Ricardo Nunes e ao secretário municipal da Educação, Fernando Padula, a retomada das aulas presenciais em evento realizado na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Remo Rinaldi Naddeo, localizada no Jardim Santa Fé, na região de Perus.

No local, agentes comunitários de saúde distribuíram cartilhas educativas com dicas para as crianças se protegerem da Covid-19. O material será distribuído em todas as escolas do munícipio e reforça os protocolos sanitários estabelecidos pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) para a volta às aulas, como o uso de álcool em gel e máscaras, aferição de temperatura, higienização constante dos ambientes, evitar aglomeração de pessoas, identificação e afastamento dos casos e monitoramento de contactantes.

Para reforçar as regras sanitárias, equipes das 28 Unidades de Vigilância em Saúde (Uvis) visitarão as escolas de suas respectivas regiões. Segundo a coordenadora da Uvis Perus, Sandra Regina de Araújo Bueno, que esteve na manhã de hoje na Emef Professor Remo Rinaldi Naddeo, durante essa semana serão realizadas visitas técnicas às escolas da rede municipal para orientá-las quanto à necessidade do cumprimento das medidas não-farmacológicas.

Leia Também

Em relação aos protocolos apresentados nesta manhã, a aluna M.S.B, 7 anos, do 2° ano, comentou que as explicações foram importantes e que aprendeu que, neste momento, não se deve andar na sala de aula e que não pode deixar a máscara cair. “Tudo para evitar o coronavírus”, disse.

O prefeito Ricardo Nunes afirmou que todas as instituições de ensino têm uma UBS referenciada que faz o acompanhamento de saúde junto com equipe escolar e destacou o fato de que a capital tem avançado de forma satisfatória com a vacinação infantil. “Somente no último fim de semana, 38 mil crianças foram vacinadas. A cidade de São Paulo continua dando exemplo de vacinação.”

A cidade de São Paulo ultrapassou, nesta segunda-feira (7), a marca de 27 milhões de vacinas aplicadas contra a Covid-19 . Até o momento, foram 27.021.346 aplicações. Estão contabilizadas 11.437.338 primeiras doses (D1), 10.168.769 segundas doses (D2), 336.042 doses únicas (DUs) e 5.079.197 doses adicionais (DAs).

A cobertura vacinal da população estimada com mais de 18 anos de idade está em 109,7% para D1+DU, em 105% para D2+DU e em 55% para DA. Em adolescentes de 12 a 17 anos foram aplicadas 960.145 D1, com cobertura vacinal de 113,8%. Também foram aplicadas 812.897 D2 nesse público, com cobertura de 96,3%.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários