Mortes por Covid-19 é 26 vezes maior entre não vacinados
Rovena Rosa/Agência Brasil - 19.01.2022
Mortes por Covid-19 é 26 vezes maior entre não vacinados

Nesta segunda-feira (11), o Comitê de Especialistas em Política de Imunização da OMS (Organização Mundial da Saúde) afirmou, em nota, que ainda há 20 países que ainda não vacinaram 10% da sua população contra a covid-19.

A maioria desses países está no continente africano. “São países que estão trabalhando muito para avançar em seus programas” de vacinação, disse a chefe de vacinação da OMS, Kate O’Brien, que também reiterou que a organização e seus parceiros trabalham para ajudar essas nações a aumentarem o percentual de cobertura vacinal.

“É preciso assegurar que sejam as populações de alto risco –aquelas que mais precisam da vacina e que correm maior risco de contrair uma doença ou morrer, assim como os profissionais da saúde– que recebem vacinas com prioridade à medida que os programas de imunização avançam” , declarou.

Em comunicado, o Comitê explicou que “a velocidade do lançamento da vacina contra a covid-19 foi sem precedentes em quase todos os países” , que passaram a aplicar o imunizante em menos de 12 meses. Mesmo assim, “persistem interrupções nos programas de imunização”.

Leia Também

O grupo também assegurou que a Covax Facility, iniciativa que visa a distribuição igualitária de vacinas, possui doses suficientes para vacinar 70% da população de 92 países de baixa e média renda até junho.

Segundo o Our World in Data, 64,78% da população têm ao menos uma dose de vacina anticovid e 58,38% estão com o 1º ciclo vacinal completo. O continente africano tem 20,51% de pessoas com ao menos uma dose e 15,37% com o 1º ciclo vacinal completo.

De acordo com os dados disponibilizados pela OMS, a cobertura vacinal em grupos considerados prioritários é ainda “insuficiente” em todo o mundo, pois abrange apenas 65% dos profissionais de saúde e 69% das pessoas acima dos 60 anos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários