Tamanho do texto

A doença foi registrada em São Fidélis; Esse é a primeira vez que a febre amarela é confirmada fora do município de Casimiro de Abreu, no Rio

Depois de Casimiro de Abreu, o município de São Fidélis confirma o sexto caso de febre amarela no estado do Rio
Arquivo/Agência Brasil
Depois de Casimiro de Abreu, o município de São Fidélis confirma o sexto caso de febre amarela no estado do Rio

Mais um caso de febre amarela foi confirmado nesta segunda-feira (27) pela Secretaria Estadual de Saúde no Rio de Janeiro. Dessa vez, a presença da doença foi registrada na cidade de São Fidélis, na região norte do estado. A secretaria não informou o estado de saúde do paciente diagnosticado, nem os dados pessoais.

Leia também: Hemocentro no Rio de Janeiro oferece vacina contra febre amarela a doadores

Com a confirmação, São Fidélis é o segundo município do Rio a registrar febre amarela . Cinco casos foram confirmados em Casimiro de Abreu, na Baixada Litorânea, onde, um deles resultou em morte.

Em sua página na internet, a Prefeitura de São Fidélis informa que o paciente é um homem jovem, morador da localidade de Vila dos Coroados. Ele teria adquirido a doença em um acampamento em Santa Maria Madalena, nos arredores do Parque dos Desenganos.

O paciente chegou a ser internado no Hospital Armando Vidal, em São Fidélis, no último dia 16. Ele apresentava febre e dores no corpo, mas se recuperou e teve alta na sexta-feira (24). Segundo a prefeitura, ele passa bem.

Outros casos da doença

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Casimiro de Abreu, teve alta hoje do Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião o morador de Casimiro de Abreu Jairo Bochorny, uma das vítimas da doença, que estava internado desde semana passada.

A secretaria também informou que, assim como Jairo, outras três pessoas que tiveram a doença confirmada na cidade já tiveram alta. O quinto paciente confirmado foi Watila Santos, que morreu em decorrência da virose.

Leia também: Acaba estoque de vacinas contra febre amarela em Casimiro de Abreu, no Rio

Quatro casos suspeitos da doença na cidade estão em investigação no Laboratório Noel Nutels (LACEN), no Rio de Janeiro. Dois pacientes estão internados no Hospital dos Servidores do Estado, na capital.

Após vários casos de infecção no município, a cidade está vacinando moradores da região, sendo que 43.370 pessoas já foram imunizadas contra a doença.

Vacinação na capital

A vacinação contra a febre amarela começou hoje em 233 unidades de saúde na capital fluminense, onde a vacina passa a fazer parte da rotina de imunização. A campanha está sendo feita em mais 64 municípios do estado.

Desde o início do ano, o município do Rio já havia imunizado 400 mil pessoas contra febre amarela até sábado, quando houve uma mobilização que conseguiu vacinar 213 mil pessoas em centros municipais de saúde e clínicas da família.

Leia também: Febre amarela mata oito pessoas no estado de São Paulo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.