Tamanho do texto

Segundo o último balaço do Ministério da saúde, há aproximadamente 1.500 vagas abertas; programa foi criado em 2013 para ampliar assistência médica

Primeiro edital para o programa Mais Médicos foi criado em novembro após a saída dos médicos cubanos
Divulgação/ Ministério da Saúde
Primeiro edital para o programa Mais Médicos foi criado em novembro após a saída dos médicos cubanos

Os médicos brasileiros formados no exterior, mas sem registro, no país terão os dias 13 e 14 para fazer inscrição nas vagas em aberto do programa Mais Médicos . Os candidatos deverão entrar no site do programa e indicar em quais municípios desejam realizar o atendimento à população.

O processo ocorrerá na próxima semana. No dia 13, o Ministério da Saúde irá divulgar os municípios com vagas remanescentes dos Mais Médicos . Nos dois dias seguintes, os médicos que obtiveram diplomas no exterior, mas não têm registro no Brasil escolherão a cidade de sua preferência entre as que disponibilizaram vagas.

No dia 19, será divulgada a lista dos inscritos, das vagas ocupadas e dos municípios contemplados. De acordo com o Ministério da Saúde , os profissionais sem registro vão passar por um “módulo de acolhimento”, onde serão oferecidas aulas e haverá avaliação pela equipe do programa, com aplicação de exames e outras formas de verificação da condição de atuação dos inscritos. 

Há aproximadamente 1.500 vagas em aberto, segundo o último balanço do Ministério da Saúde, divulgado no dia 15 de janeiro.

Leia também: Médicos cubanos podem ter permanência no Brasil regularizada


Das 8.517 vagas abertas com a saída de Cuba do acordo de cooperação que viabilizava a presença de profissionais daquele país no programa, foram realizadas novas chamadas nas quais as vagas foram ocupadas por 7 mil médicos com registro no país até o momento da atualização.

O programa foi criado em 2013, durante o governo de Dilma Rousseff, com o objetivo de ampliar a assistência em regiões com carência de profissionais.

Leia também: Médicos brasileiros poderão realizar consultas e cirurgias pela internet

As inscrições para o programa Mais Médicos foram abertas no dia 20 de novembro, com o objetivo de preencher as vagas que ficaram abertas com a saída dos cubanos. A decisão do país caribenho de sair do país foi tomada após Cuba citar “referências diretas, depreciativas e ameaçadoras” feitas pelo presidente Jair Bolsonaro.