Tamanho do texto

Segundo o Ministério da Saúde, com um pouco de pesquisa é possível recuperar as informações sobre quais vacinas você já tomou até hoje

A carteira de vacinação é um documento extremamente importante para o cidadão. Ela comprova que o indivíduo está com a imunização em dia e deve ser guardada junto a outros documentos pessoais, tal qual uma certidão de nascimento.

Leia também: Entenda o que pode acontecer se as pessoas deixarem de se vacinar

Seringa e curativo sobre uma carteira de vacinação com a dose de sarampo assinalada arrow-options
shutterstock
Caso perca a sua carteira de vacinação, é preciso recuperá-la num posto de saúde ou tomar as vacinas novamente

Mas o que fazer se você perder a carteira de vacinação ? Segundo o Ministério da Saúde, basta ir ao posto no qual você foi vacinado para resgatar o histórico de imunização e obter a segunda via do seu documento.

Isso é possível graças à implantação do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) nas salas de vacinação de unidades de saúde municipais por todo o país.

No caso de pacientes que obtiveram uma ou mais vacinas na rede de saúde privada, a recomendação do Ministério da Saúde é semelhante. Só é preciso se dirigir ao hospital ou clínica no qual você tomou a dose da vacina  e resgatar o seu histórico.

Leia também: Campanha de vacinação contra sarampo é prorrogada até 31 de agosto em São Paulo

O que fazer se não conseguir recuperar sua carteira de vacinação

Mas nem sempre você se lembra ou sabe todos os lugares onde tomou vacina ao longo da vida e, com isso, acaba se tornando impossível recuperar todos os registros. Quem não conseguir resgatar o histórico de vacinação  deve atualizar a sua situação vacinal. Isso significa que a pessoa deve ir a uma das unidades de saúde que conhecer e tomar todas as vacinas recomendadas para sua faixa etária no Calendário Nacional de Vacinação .

Leia também: Fake news das antigas, movimento antivacina segue com força nas redes sociais

Adotando essas medidas, você volta a ter sua carteira de vacinação em mãos e atualizada.